Quais são os conteúdos que mais caem na prova da OAB?

Conquistar a aprovação na prova do Exame da Ordem é requisito essencial para quem deseja exercer a função de advogado.

Isso porque, o registro na Ordem dos Advogados do Brasil – OAB só é permitido aos bacharéis que conquistam a aprovação na prova da oab.

Para quem ainda não sabe, o Exame de Ordem é dividido em duas fases, que têm como objetivo avaliar o conhecimento adquirido durante todo o período da graduação em Direito.

No entanto, a participação dos candidatos fica condicionada a quem já concluiu a graduação, ou ainda, àqueles que estejam matriculados no último ano, ou em um dos dois últimos semestres do curso.

Agora, para que você possa entender melhor sobre o assunto e tirar todas as suas dúvidas, nós do Arquivo Nirez preparamos o texto abaixo, onde vamos explicar como é a prova da oab.

Entenda como funciona o Exame de Ordem

Tradicionalmente, o Exame da OAB é realizado duas vezes por ano, sob responsabilidade da Fundação Getúlio Vargas – FGV.

E como já mencionado anteriormente, ele é dividido em duas fases.

A prova de primeira fase do exame da ordem é composta por 80 questões de múltipla escolha, que abrangem as disciplinas de Direitos Humanos, Código do Consumidor, Estatuto da Criança e do Adolescente, Direito Ambiental, Direito Internacional, Filosofia do Direito, Estatuto da Advocacia e da OAB, seu Regulamento Geral e Código de Ética e Disciplina da OAB, Direito Penal, Direito Empresarial, Estatuto e Ética, Direito Constitucional, Direito Tributário, Direito Administrativo, Direito Civil, e Direito do Trabalho.

Nesta etapa, cada questão possui o valor de 1 ponto, e sendo assim, é necessário obter o mínimo de 50% de acertos, ou seja, acertar 40 ou mais questões para ser aprovado para a próxima etapa.

Já a 2ª fase OAB é uma prova específica, em que o candidato deve produzir a redação de uma peça profissional, além de responder a quatro questões discursivas sobre situações-problemas. A avaliação leva em consideração a adequação das respostas ao problema apresentado.

A peça profissional possui valor de 5 pontos e cada questão discursiva vale 1,25 pontos. Para obter a nota final da 2ª fase do Exame de Ordem somam-se as notas obtidas nas questões e na redação da peça profissional, numa escala de 0 a 10 pontos. É considerado aprovado o candidato que obter nota igual ou superior a 6 pontos.

Uma questão importante a ser lembrada, no que diz respeito a prova de 2ª fase, é que os conteúdos ficam restritos a somente uma área do Direito, tendo como opções Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Constitucional, Direito do Trabalho, Direito Empresarial, Direito Penal e Direito Tributário.

A escolha da área específica da prova de 2ª fase deve ser sinalizada no momento de inscrição para o Exame de Ordem.

Por fim, depois de entender como é a 2ª  fase da OAB e qual a nota para passar, vamos discutir a parte prática, ou seja, o que estudar para passar na oab e como estudar.

O que estudar para o Exame de Ordem

Para descobrir o que estudar para a prova, você deve ficar atento ao conteúdo programático, parte integrante do edital divulgado pela FGV, semestralmente.

Geralmente, a cada edição do exame, são realizadas algumas mudanças pontuais, com relação a atualização da legislação cobrada.

Porém, isso não impede que você antecipe os seus estudos, já que a relação de disciplinas continua a mesma e seus principais assuntos também.

Então, se o seu desejo é garantir uma boa nota, basta consultar o edital do último exame aplicado para se ter uma ideia de quais os conteúdos serão avaliados na próxima edição.

Mas, para facilitar o seu planejamento de estudos, nós do Arquivo Nirez, separamos abaixo uma estimativa, baseada nas provas anteriores, de quantas questões serão cobradas em cada disciplina da prova de 1ª fase.

Média de questões por disciplina na prova de 1ª fase da OAB

8 questões

Ética

7 questões

Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Constitucional

6 questões

Direito Administrativo, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito do Trabalho

5 questões

Direito Processual do Trabalho, Direito Tributário, Direito Empresarial

2 questões

Direitos Humanos, Direito Internacional, ECA, Direito Ambiental, Direito do Consumidor e Filosofia do Direito.

Focando agora na prova de 2ª fase, nossa principal dica é que, no momento da inscrição, você opte por aquela área com a qual teve mais afinidade durante a sua graduação, ou aquela em que você planeja atuar futuramente.

Desta maneira será mais fácil para você estruturar sua peça e assegurar a nota máxima – os cinco pontos. Nesta hora, é importante que você não baseie sua escolha em estatísticas sobre qual área é mais ou menos fácil, pois isso pode acabar se tornando uma armadilha no momento da resolução da prova.

Como estudar para a prova da OAB

Assim como quem se prepara para um concurso público opta por cursos para concursos públicos, quem se prepara para prova de segunda fase da OAB também deve investir em um curso online para 2ª fase OAB.

Esta simples escolha permite que você tenha acesso a conteúdos direcionados e específicos, voltados exclusivamente para a prova e preparados por profissionais experientes no assunto.

Uma preparação eficaz para a prova da OAB se faz cada vez mais necessária, visto que o exame costuma possuir um alto nível de dificuldade, o que, consequentemente, implica em elevados índices de reprovação.

Atualmente, a banca avalia o conhecimento dos candidatos por meio de questões interdisciplinares, onde trabalha mais de uma área na mesma pergunta.

Por isso, uma boa dica de preparação, além de contar com uma ajuda específica e profissional, é entender este estilo de questão, e focar na resolução das provas anteriores.

Treinando desta forma, além de conhecer a estrutura de prova, diminuindo a ansiedade para o grande dia, você também revisa o conteúdo teórico.

Enfim, lembramos que mesmo com a ajuda especializada, é preciso que você se dedique o máximo possível, mantendo uma rotina saudável de estudos e um cronograma efetivo, que contemple revisar todo o conteúdo necessário até a data da prova.

Assim, colocando em prática as dicas acima e todo o conhecimento adquirido durante os seus estudos você, com certeza, conquistará a tão sonhada aprovação! Bons estudos!

Deixe seu Comentário