Assistente técnico administrativo: tudo o que você precisa saber sobre o cargo do concurso da Receita Federal

Se você quer se tornar assistente técnico administrativo da Receita Federal precisa, antes de tudo, conhecer mais sobre esse cargo. Sendo assim, o primeiro ponto é conferir os requisitos para se candidatar a essa função, como o nível de escolaridade. Depois disso, é interessante conferir as atribuições, ou seja, quais serão as atividades do seu dia a dia no trabalho, depois que for aprovado no concurso. E por último, mas não menos importante, você deve conferir os benefícios, como o salário oferecido para essa função.

Então, se você quer ficar bem informado e saber tudo sobre os temas mencionados anteriormente, é só conferir o texto até o final. Também trouxemos um plus para você, vamos dar algumas dicas de estudo para antecipar sua preparação, assim, você fica dois passos à frente dos concorrentes e mais perto da tão sonhada aprovação.

Assistente técnico administrativo: requisitos

Então, para começar, vamos falar sobre os requisitos para se candidatar a uma vaga de assistente técnico administrativo da Receita. Podemos dizer que o mais importante deles é sobre o nível de escolaridade exigido. Os candidatos devem possuir nível médio completo.

Além disso, o último edital, organizado pela ESAF trouxe alguns outros requisitos mais gerais, confira abaixo:

  • Ter sido aprovado e classificado no concurso, na forma estabelecida no Edital;
  • Ter nacionalidade brasileira; no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, na forma do disposto no art. 13 do Decreto nº 70.436, de 18/4/1972;
  • Gozar dos direitos políticos;
  • Estar quite com as obrigações eleitorais;
  • Estar quite com as obrigações do Serviço Militar, para os candidatos do sexo masculino;
  • Ter idade mínima de 18 anos;
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo, comprovadas por juntas médicas oficiais do Ministério da Fazenda, Unidades SIASS (Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor) ou ainda do SUS (Sistema Único de Saúde);
  • Possuir certificado de conclusão de curso de nível médio (antigo segundo grau), fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC);
  • Apresentar certidão dos setores de distribuição dos foros criminais dos lugares em que tenha residido, nos últimos cinco anos, da Justiça Federal e Estadual;
  • Apresentar folha de antecedentes da Polícia Federal e da Polícia dos Estados onde tenha residido nos últimos cinco anos, expedida, no máximo, há 6 meses;
  • Apresentar, na forma da legislação vigente, declaração firmada pelo candidato de não ter sido, nos últimos cinco anos:

I – responsável por atos julgados irregulares por decisão definitiva do Tribunal de Contas da União, do Tribunal de Contas de Estado, do Distrito Federal ou de Município, ou ainda, por conselho de contas de Município;

II – punido, em decisão da qual não caiba recurso administrativo, em processo disciplinar por ato lesivo ao patrimônio público de qualquer esfera de governo;

III – condenado em processo criminal por prática de crimes contra a Administração Pública, capitulados nos Títulos II e XI da Parte Especial do Código Penal Brasileiro, na Lei nº 7.492, de 16/6/1986, e na Lei nº 8.429, de 2/6/1992;

IV – punido com demissão ou destituição do cargo por infringência do art. 117, incisos IX e XI, e art. 132, incisos I, IV, VIII, X e XI, todos da Lei nº 8.112/90; e

Atribuições para o cargo de Assistente técnico administrativo

O candidato aprovado ao cargo assistente técnico administrativo deve executar atividades técnicas, administrativas, logísticas e de atendimento, de nível intermediário, relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo do Ministério da Fazenda, ressalvadas as privativas de carreiras específicas, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades, além de outras atividades de mesmo nível de complexidade em sua área de atuação.

Salários e benefícios do cargo

O assistente técnico administrativo recebe salário inicial de R$ 4.969,02. Ou seja, assim que ele for aprovado já receberá esse valor de salário. Porém, com o tempo de carreira, esse valor deve aumentar. E entre os benefícios dos servidores da Receita Federal, podemos destacar os seguintes:

  • Bônus eficiência: R$ 7.500,00
  • Auxílio-alimentação: R$ 458,00
  • Auxílio-saúde: até R$ 124,00 (por pessoa)
  • Benefício pré-escolar: R$ 321,00

Preparação para a Receita Federal

É importante lembrar que a RFB tem um dos concursos mais aguardados e concorridos do mundo dos certames, por isso, o ideal é que você não espere o concurso Receita Federal edital para começar a se preparar. Afinal, quando você antecipa os estudos, tem mais tempo para conferir o conteúdo e revisar o aprendizado. Pois, quando o edital é publicado, você tem poucos tempo até o grande dia, a data da prova.

Por isso, a nossa dica é que você aposte em um curso online para assistente técnico administrativo. Afinal, além de saber os conteúdos que serão cobrados na prova, você precisa saber como esses conhecimentos são cobrados. E com um curso online, você tem acesso a explicações diretas ao ponto de professores que sabem muito, não apenas da matéria, mas também entendem muito de concurso e podem te mostrar o melhor caminho até a aprovação.

E estudar para concursos públicos com um preparatório online é um investimento para a sua carreira. Afinal as oportunidades aparecem e você precisa estar preparado para elas. Então, mesmo que você invista um valor na compra de um curso, assim que você for aprovado, já vai conseguir recuperar esse valor no primeiro mês de salário como funcionário público da Receita Federal.

Dicas de estudo

Além de aprender com um curso online, a nossa dica é que você responda questões de concursos anteriores. Assim, você tem uma prévia do que estará te esperando no dia da prova. Essa é uma maneira de aprender na prática, com base nos seus erros e acertos. Além disso, também ajuda a deixar o nervosismo de lado e se sentir mais confiante para enfrentar a prova.

Então, insira na sua rotina de estudos a resolução de questões. É importante também sempre acompanhar o seu desempenho semana a semana e em cada disciplina. Assim, você se mantém motivada para o objetivo final: ser aprovada no concurso da Receita e ter acesso a todos os benefícios que a carreira pública pode trazer.

Deixe seu Comentário